Ca & La

DAR ENFASE E ESPAÇO DE OPINIÃO A REALIDADES, IDEIAS, TESTEMUNHOS, PONTOS DE VISTA, QUE GERALMENTE NOS PASSAM AO LADO, É O OBJECTIVO DO Ca & La.

Monday, September 26, 2005

Conhecido por Lá por Wiesenthal

Wiesenthal quem?...

Simon Wiesenthal faleceu aos 96 anos, na semana passada, na cidade de Viena.

Embora, por cá, pouco se tenha falado deste homem, ficou conhecido em todo o mundo pela luta que travou, ao longo da sua vida contra os criminosos de guerra nazis.

Simon Wiesenthal sobreviveu a quatro campos de concentração, mas tarde, depois do final da segunda grande guerra procurou por todo o mundo e identificou muitos dos criminosos nazis.
Identificou, entre outros grandes responsáveis pelo império nazi (espalhados essencialmente por países da América LAtina) Eichmann, que seria mais tarde condenado à morte.
Acabaria, no entanto, por morrer sem conseguir capturar Joseph Mengele, conhecido pelas experiências com detidos dos campos de concentração.

Entre as suas palavras destaca-se por Cá:
A sobrevivência é um privilégio que implica obrigações.

Wednesday, September 21, 2005

ÁGUA ESSE BEM PRECIOSO

Decidi que o primeiro post teria que ser especial, pois serviria de exemplo ao tipo de posts que se encontrarão no Cá & Lá. Teria também que ser comum a todos nós estejamos onde estivermos.
Bom a água pareceu-me um bom tema.

Todos sabemos que a falta de água é hoje um problema em Portugal.
Geralmente quando nos referimos a este problema fazemo-lo numa prespectiva «caseira», isto é preocupamo-nos com os gastos em nossa casa.

Pois aqui estão novas prespectivas (bastante interessantes por sinal), que encontrei num artigo de opinião de Amancio Perez na revista Prémio nº93 de 16 de Setembro de 2005.


...Os recursos híbridos mundiais são constituídos por 97% de água do mar e só 3% da água é potável.

...A cidade de Las Vegas, em pleno deserto, tem um consumo por habitante superior a 1200 litros por dia, enquanto se considera que o mínimo vital se situa em cerca de 77 litros.

...O Banco Mundial considera que seria necessário investir de 60 a 80 mil milhões de dólares (aproximadamente 60.000.000€ a 80.000.000€)por ano para responder às necessidades básicas (na realidade só 40% desse valor é investido).

Existem vários actores neste sector, entre os quais os municipios e as sociedades especializadas. Os segundos tendem cada vez mais a substituir os primeiros, devido a aumento dos custos de tratamento e distribuição de água potável (...) mas também à procura crescente das indústrias, que exigem água de grande qualidade.

Uma fábrica de aço necessita de 235.000 litros de água para produzir uma tonelada de metal.
São precisos 5.100 litros para obter a mesma quantidade de cimento (1 tonelada).
Uma fábrica de micro chips para os nossos queridos computadores exige 400.000 litros de água por hora.


Ainda pensa que a água que consome é somente aquela que bebe ou utiliza para tratar da sua higiene diária?

Temos de nos mentalizar que o simples facto de abrir ou fechar uma torneira é um acto de responsabilidade.
(Assino por baixo).